domingo, 17 de maio de 2009

Tabu: Homens na Dança do Ventre

Na cultura árabe não só as mulheres tem acesso à dança nas festas, os homens também, existindo diversas modalidades em que ele se insere. Entretanto essa dança é nitidamente masculina, com passos para homens distintos dos das mulheres, e o que estamos tratanto neste tópico não é a dança masculina árabe, mas os homens que se vestem de dançarinas do ventre e executam movimentos femininos.

É bonito? É surpreendente? É repulsivo? Muitas opiniões são formuladas pelos que assistem a um homem fazendo dança do ventre, mas nenhuma delas define realmente o que a sua prática exemplifica. O que nos resta é ser sinceros consigo mesmos: você gosta, assista, aplauda, divulgue; você não gosta, saia, evite, não vá pichar o trabalho alheio, pois o que para você é ridículo, para muitos outros é arte. Respeitar os outros é fazer-se respeitar também.

Indubitavelmente vários homens dançam muitíssimo bem, sendo muito melhores do que as mulheres em técnica e desenvoltura. Existem dançarinos muito famosos, como o Tito (egípcio), o Jamil (turco), e no Brasil, o Henry Netto. De todos eles, eu acho que o Tito é o melhor, pois o Jamil seria a Rachel Brice "versão masculina", muitas ondulações provenientes da Yoga, e o Henry aqui é hors concours, enquanto o Tito é a técnica em pessoa, eu vejo a Luciana Nogueira (uma dançarina revelação no Brasil) nele, com movimentos suaves, marcações perfeitas, giros precisos e principalmente CARISMA! Nós mulheres ficamos envergonhadas ao ver homens tão melhores do que a gente numa arte genuinamente feminina!!

Então pessoas, caso não tenham já contato com esta versão da dança do ventre, pesquisem! A melhor maneira de conhecer um trabalho que à primeira vista pode parecer estranho é buscar conhecê-lo, assim não dará margens à preconceitos e distorções. Isso não quer dizer que você vá amar as apresentações, depende de você, daquilo que você considera bonito, pois ninguém tem que ser igual a todo mundo, muito menos concordar com o que todo mundo concorda. Então antes de tomar qualquer partido, vá olhar estes artistas que estão encantando e chocando plateias do mundo! Bon Voyage!

Aqui fica uma amostra da dança de Tito!

16 comentários:

Hanna Aisha disse...

Então...
eu sou fã do Tito e do Henry, mas ainda soa estranho, PARA MIM, homens dançando DV. Eu não sei ainda se daria aula para um homem (eu já recusei um transsexual porque não tenho preparo para lidar com essa polêmica na academia onde dou aula), mas é impossível não reconhecer que eles dançam muito bem, obrigada.

Celia Daniele disse...

Realmente é um assunto complicado, ainda mais porque a dança do ventre é uma arte feminina...

Fernando disse...

Os homens sempre deram força para as mulheres no que tange a artes outrora masculinas, como o futebol e a musculação (aliás mulheres com músculos definidos são bem sensuais). Acho que elas deveriam retribuir essa força e parar de preconceito, pois isso não impedirá o homem de fazer o que quiser.
Sensualidade é unissex. O útero é interno, o ventre é externo e todos nós temos.
É uma dança que, fisiologicamente trás benefícios a ambos os sexos. Psicologicamente, ambos se sentiriam mais sensuais e teriam sua auto-estima elevada.
Não é muito diferente do modo como os homens andam dançando em boates para mulheres.
Se não fosse o preconceito que iria fazer o favor de estraçalhar minha reputação, eu mesmo aprenderia essa dança. Aposto que eu seria masculinamente sensual.

Celia Daniele disse...

Fernando,
Muito legal a sua colocação, realmente a dança do ventre masculina é vista com maus olhos porque esta modalidade veio de uma prática feminina, mas como você mesmo disse, que linha atualmente separa atividade feminina e masculina, no que tange ao lazer?
Por incrível que pareça, se você fizesse dança do ventre, teria muitíssimas mulheres que ficariam loucas por você (como se pode conferir nos comentários dos vídeos do Henry Netto, por exemplo), mas com certeza a ala machista, principalmente masculina, acharia que você é homossexual, o que não tem relação direta (muitos dançarinos do ventre não são gays!).
Fazer dança do ventre e ser mal interpretado é uma das mazelas de se abraçar uma atividade que "possui gênero". Da mesma forma, imagine o preconceito que sofrem as fisiculturistas! Se cada um de nós fosse viver de acordo com que os outros acham, como poderíamos ser felizes?
Sempre vai haver quem não concorde (eu mesma sou a favor e contra diversas coisas, mas não impeço ninguém de viver a própria vida), a gente tem que ser o que nós acreditamos, senão seremos só sombras sem definição.

Anônimo disse...

eu sou o pedro e não veijo nada de fora do normal eu aprendi dança do ventre cuando tinha 12 anos agora com 20 anos ainda danço te cuando fui no marrocos numa festa dançei com uma dançarina

Celia Daniele disse...

Que bom, Pedro! É bom saber que existem homens dançarinos do ventre que não sofrem com o preconceito!

joecilane disse...

eu sou fanzona do tito quando ele dança com bastoes mas acho que nenhum homem consegue ter a leveza da mulher quando esta realmente sabe dançar mas que eles estao arrazando a isso estao mesmo ate no quesito carisma...ou seja deixa os homens dançarem hora,,,
afinal eu gosto mais de dançar a dança masculina que a feminina E EU DOU UM SHOW DE Homen KKK PORQUE SEI O QUE UMA MULHER QUER VER NOS PALCO DE UM HOMEM KKKK mas eu sou muito mulher heim ...
eu ja dancei tahtibe e vestida como homem sem ninguem saber a naum ser meu professor e fizemos uma dupla kkkkkk foi legal.....
so que isso me prejudicou ate hoje tenhho dificudades de trazer leveza e feminilidade aos meus movimentos, eu parei de dançar a dança masculina por causa do preconceito e nas aulas de dv quanto toca uma folclorica eu me seguro podem pensaor que sou sapatao.kkkkk mas em casa sozinha na minha sala aiwaaaaaaaaaaa eu me divirto e revigorante e eu adoro o bater da bota no chao kkkkk..mas dae como sera que o povo de la veria isso uma mulher dançando dança masculina e um homem dançado dv? acho que nos apedrerjariam.....

Celia Daniele disse...

Olá Joecilane! Estou tentando encontrar o nome, mas sei de dançarinas mulheres que dançavam o estilo masculino, se não me engano, na Turquia na Idade Média. O problema é que elas não eram muito populares, de qualquer forma existiam. Quando eu encontrar o nome delas, te digo! Bjos e parabéns por dançar tão bem o estilo masculino!

virginia jubran disse...

Olá..adorei seu blog...realmente muito legall..então venho pensando muito nesse assunto dos homens..acho q artisticamente tudo pode e outra a verdadeira essencia da dança não é mais vista, ta tudo virando um circo a fusão esta se transformando em con-fusão. Tá tudo muito moderno..virar estrela, descer do tecido ou dançar nele ... Tá tudo muito transformado...bjooooo

Sun Flower disse...

Sou mega fã do Tito, do Tarik agora o Henry mto glamour, mto enfeite...o Tito é deslumbrante.

Dih Raizel disse...

Eu acho que deve dançar sim, mas por isso existem estilos diferentes na dança, um homem dançar igual mulher nao aho legal, se ele uasr uma roupa mais masculina aind avai, mas o problema é q tem homem que dança com nossas roupas, ai nao acho legal, brilho a roupa deles deve ter con certeza, mas franjas e saias não...

Patty disse...

boa tarde!! sou amante desta arte tao maravilhosa que é a dança do ventre e nao quero ser preconceituosa mas acho que esta arte é unicamente privilegio de nos mulheres, e acho que homem nenhum deve dança-la já que existem danças especificas para eles e como ja diz bem o nome¨DANÇA DO VENTRE¨¨ e somente nos mulheres temos a dadiva divina de gerar uma vida em nosso ventre, por tanto sou contra!

Dança do Ventre Brasil disse...

Patty, "dança do ventre" é um nome dado pelos europeus que importaram a dança do oriente (o nome correto - raqs ash-sharqi) para os cabarés franceses.
Eu acredito que se você vir a dança do ventre antes como uma forma de exteriorizar a sensualidade feminina, ou como representação dela, aí o homem não entra. Mas que tal pensar como uma expressão cultural?

Elias Firmino Silvério de Sousa Garcia Melo disse...

Dizer que a dança do ventre é uma dança exclusivamente feminina é de uma ignorância absurda sobre a própria história dessa dança.

Desde os tempos da arábia pré-islâmica, do império árabe-muçulmano que se seguiu, e dos impérios e reinos que dele emergiram e o dominaram, os homens na agora chamada dança do ventre existiram, e DESTACARAM-SE.

Nos tempos do famoso poeta árabe do período imperial, Abu Nawaz, dançarinos do ventre homens eram aclamados. O próprio Abu Nawaz escreveu muitos versos dirigidos a esses homens.

A presença masculina na dança do ventre é um tabu OCIDENTAL, não oriental. As dançarinas homofóbicas que afirmam sem base que a dança do ventre é um "clube da luluzinha, uma dança exclusivamente feminina, e que a presença masculina nela é uma aberração sem cabimento na cultura árabe" deveriam aprender a língua árabe, e ler sobre a história da dança antes de darem voz aos seus preconceitos.

A homofobia de algumas dançarinas é simplesmente constitui um aberração no meio artístico, e ainda pior por, no caso, vir de mulheres, um grupo de pessoas também segregado e alvo de desigualdade social em diversos níveis.

Adla disse...

Uma vez li um livro que se referia a homens na dança do ventre, era um livro mistico que agora não lembro bem o nome, mas já afirmava que os homens sempre dançaram dança do ventre, não sei se era os celtas, babilônicos, cananeus, sei que tinha haver com o mundo antigo, pois era uma homenagem aos deuses, pelas colheitas, pela prosperidade. Esse livro era bem antigo, vou tentar lembrar o nome e divulgarei aqui no site.

Khadyjha disse...

Podem pensar, falar o que quiser do direi agora, mas homem fazendo dv é RIDÍCULO DEMAIS!!! Podem dizer o quiser, mas o homem não tem molejo, não tem o quadril exigido para a dança!!!! Homem que fala que faz dança do ventre e fala que fica bonito, não é homem....

Related Posts with Thumbnails