sábado, 10 de outubro de 2009

Dança do Ventre com Espada - Como dançar

A dança do ventre com espada é uma modalidade muito famosa, mesmo entre quem não entende nada sobre o assunto. E não é à toa. Ver uma dançarina, mesmo num programa de televisão, tentando equilibrar uma espada na cabeça por exemplo, é impressionante. Todo mundo se pergunta "Como ela faz isso?". Mas não se impressione tanto: na verdade, é bem mais fácil do que parece.

* Em primeiro lugar, você precisa escolher a espada certa. Se você achou que deveria dar uma passada numa dessas lojas de espadas samurais ou coisas do tipo, se enganou. Enquanto essas espadas são feitas para se defender de outras bem perigosas, as de dança do ventre apenas parecem perigosas. Elas são feitas especialmente para serem equilibradas, e não possuem gume para não cortar ninguém. Você ainda vai encontrar espadas com estilos e pesos bem diferentes por aí. Uma boa espada para inciantes deve ser mais pesada e a superfície, áspera. Espadas desse tipo são mais fáceis de se equilibrar, uma vez que o peso impede que a espada seja excessivamente influenciada pelos movimentos da dançarina, e a superfície áspera evita que a espada escorregue com facilidade.

* Depois disso, você precisa preparar sua espada para a dança. Ainda que seja possível equilibrá-la em qualquer parte do corpo sem nenhum tipo de truque, algumas dançarinas preferem se utilizar de uma "ajudinha extra" usando parafina, principalmente daquelas usadas pelos surfistas nas pranchas. Antes de dançar, aplique uma fina camada de parafina pela espada, esfregando por toda sua superfície. Você também pode usar uma vela, mas a parafina é mais espessa e aderente, além de durar mais tempo.

* Agora que você já preparou sua espada, é hora treinar o equilíbrio. Você pode equilibrar a espada em praticamente todo o corpo: cabeça, queixo, pulso, ombro, quadril, barriga, coxa - as possibilidades variam de acordo com sua flexibilidade e ousadia. Então, durante seu treino, tente equilibrar a espada em todo e qualquer lugar do corpo. Primeiro, tente equilibrar a espada sem fazer movimentos. Assim que você tiver certeza de que sua espada não vai a lugar algum, comece a fazer movimentos com ela sobre determinada parte de seu corpo. A cabeça é um bom lugar para se começar. Para algumas dançarinas, a cabeça é a parte mais fácil para se iniciar porque muitas espadas possuem uma leve inclinação em seu formato; elas são praticamente feitas para serem equilibradas na cabeça. Depois disso, faça movimentos lentos e note como eles afetam o equilíbrio da sua espada.

* Sempre use uma roupa adequada ao realizar a dança com espada. Algumas roupas - principalmente os acessórios como cinturões, tiaras e franjas de bustiê - podem atrapalhar sua perfomance na hora de tentar equilibrar a espada. Assim, você precisa preparar cuidadosamente sua coreografia de acordo com a roupa escolhida, e inclusive ensaiar com ela para evitar qualquer surpresa desagradável na hora da apresentação.

* Provavelmente você vai se sentir bem "zen", calma, tranquila, quando estiver dançando com uma espada diante do público. Mas lembre-se de que as pessoas não sabem que a coisa na verdade é bem fácil. Então, mesmo que você consiga colocar a espada sobre a cabeça em 3 milésimos de segundo e iniciar uma sequência de passos logo depois, tente fazer algo mais do que isso. Você precisa criar uma atmosfera de mistério no público. Entre fazendo poses com a espada. Faça movimentos lentos e precisos, imitando uma guerreira - uma guerreira um tanto graciosa. Arraste a espada e faça o público se perguntar como você vai fazer para conseguir levantá-la. Quando chegar a hora de colocar a espada sobre a cabeça, faça tudo lentamente também. Tudo tem que ser feito dessa maneira para que pareça difícil e, assim que a espada estiver devidamente equilibrada, dê uma pausa e faça aquela cara de "satisfeita com o esforço tão grande que você acabou de fazer", sabe? A dança do ventre com espada pode realmente hipnotizar o público se você fizer a coisa bem feita. Por isso, lembre-se sempre de tentar fazer a coisa parecer difícil e todos vão apreciar muito sua apresentação.

* Equilibrar uma espada na cabeça, ou em qualquer parte do corpo, pode ser um pouco doloroso no início. Se você não estiver acostumada, pode sentir um incômodo por causa da fricção e da pressão da espada sobre o local. Então, não exagere, faça algumas pausas no seu ensaio, alterne a parte do corpo em que você equilibra a espada, até se sentir mais confortável.


9 comentários:

Aisha J. disse...

Olá,

Eu adoro e tenho uma opinião sobre danças com espadas.
Elas se diferenciam por serem mais performáticas, onde os movimentos são grandiosos, lentos, elaborados para deixar o público em estado de atenção.

A espada é um elemento lindo, mas que exige treino de alinhemento, eixo, equilíbrio e força.

Sou crítica com danças com espada, porque muitas vezes a bailarina tem tanto medo do "trem" que transparece a tensão exageradamente, e daí não dá para prestar atenção em mais nada.

bjs

Celia Daniele disse...

Olá Aisha,
Tomei a liberdade de trocar o primeiro vídeo que minha irmã postou (a Tina é minha irmã!) para dar um exemplo do que você comentou ser essencial para dançar com espada: segurança! A dançarina Izlene Cristina, que na verdade é mais atriz que dançarina, fez uma performance praticamente de resistência e acrobática, e foi o assunto do show (por mais bailarinas lindíssimas que lá estivessem, todos só falavam da Izlene). Catei o DVD aqui em casa e coloquei no youtube para você ver! Taí o segredo de ser "bem-sucedida" com a espada!

Natasha disse...

Ahh eu sou suspeita pra falar sobre a dança com espada. É uma das minhas preferidas. Acho misterioso, enfim, eu adooro!

Realmente não é tão difícil como parece, o problema mesmo é que dói às vezes, se equilibrar num mesmo lugar por muito tempo.


Beijinhos!

Hanna Aisha disse...

Eu, particularmente, não gosto de dançar com a espada, mas uma performance bem feita realmente faz diferença!
De todas as que vi, foram realmente raras as que mostraram alguma coisa legal. As bailarinas costumam ser muito monótonas com a espada e fica chato. Creio que mais treino realmente seja a solução.
Vc não colocou que uma das grandes referências com espada no Brasil é a Shalimar Mattar, que sempre, sempre, sempre deixa a gente de boca aberta.
Beijos

Tina disse...

Hanna, na verdade, eu quis apenas falar sobre a dança com espada em si, quis fazer uma espécie de "do-it-yourself" para quem admira essa modalidade da dança do ventre, sem citar referências. Mas quero fazer um post mais adiante sobre isso, não sei se exatamente sobre as referências, ainda tenho que ver. Bjs!

Priscila Almeida disse...

Olá!

Sou uma iniciante na dança do ventre (faço aulas há pouco mais de um ano) e tenho muita vontade de aprender mais. Procurando na internet achei se blog e adorei as dicas.

Quero comprar uma espada e estou meio na dúvida sobre o que comprar. Pela dica do blog, as mais indicadas são as mai pesadas, certo??

Mas... a partir de que peso posso considerar uma espada pesada??

Vi umas bem bonitas (como sou leiga n o assunto, só o visual me chama atenção...) que pesavam 900 g.

É ruim??

Teria alguma indicação de qual ou onde comprar???

Se puder me responder, ficarei imensamente grata.

Meu e-mail: priscila.alves.almeida@hotmail.com

Desde já, valeu por tudo.

Beijos,
Priscila.

Celia Daniele disse...

Olá Priscila,

Olha, as espadas para dança do ventre geralmente são pesadas, a gente só indicou que "devem ser pesadas" para que as pessoas não confundam com outros tipos de espadas (geralmente de enfeite ou coisa parecida)e tentem usar para dançar.
O mais importante quando você adquirir uma espada não é exatamente quanto ela pesa (pois todas serão pesadas se comparadas a espadas que não foram feitas para a dança), mas o ponto de equilíbrio da espada, o qual deverá vir marcado nela (dois tracinhos ou uma parte mais áspera). Ao encontrar essa parte, você deve colocá-la na cabeça pra ver se este ponto está marcado corretamente, ou seja, ver se a espada fica reta, sem pender pra nenhum dos lados.
Se a espada não tiver, você pode colar uma lixa (papel lixa) no ponto de equilíbrio para que a espada fique mais firme na sua cabeça.
Espero ter ajudado!

Melissa Souza disse...

Ahhh, eu acho muito lindo dança com espada e com adagas também!
Estou louca para aprender a dançar com ela, mas ainda não cheguei nesta parte!
Já fui dar uma olhadinha nas espadas para escolher a minha, é cada uma mais linda que a outra!

Anônimo disse...

olá,me chamo anna,eu preciso de umas dicas para minha primeira espada,tenho 1.80 de altura,braços cumpridos,e 72,kg.
Estou perdida quanto o modelo,tamanho,vc pd me ajudar?

Related Posts with Thumbnails